Seminário com professor convidado

A carta 52 de Freud

Maria Cristina Martins Moura

Duração: 3 seminários
27 Abril, 08 Junho e 10 Agosto / 2019

A grande contribuição que a Psicanálise oferece à humanidade, é cernir um campo determinante que assegura: “ISSO EM MIM FALA”. Campo esse, que coincide com a origem da Psicanálise. Freud ao longo de sua obra não recua d’ISSO. Sustenta que a língua pulsional faz sua existência frente a um ser humano experiente. Esse, ao permitir escutar o grito, toma-o como voz pulsional produz a ação específica. Aquilo que é “expresso na língua das mais antigas moções pulsionais orais. Quero comer isto ou quero cuspi-lo” (FREUD, A negativa – 1925) através da função do juízo, registra ao mesmo tempo um traço significante e marca um corte com o objeto da pulsão: Isso, em mim fala.
A maneira de abordar Isso, não é sem consequência para a fundação da estrutura. A proposta é tomar a Carta 52, outros também preciosos artigos em Freud, e muitos outros nos seminários de Lacan, para essa verificação.
Vocês fazem parte d’Isso.
Bem vindos ao trabalho.